Fascínios opus 3, Lambe-me o rabo de W. A. Mozart

Talvez será um pouco ofensivo o título, mas é mesmo assim o título traduzido da peça de autoria do aclamado Wolfgang Amadeus Mozart que se intitula em alemão Leck mich im Arsch.

É um cânone na tonalidade de Si bemol maior e cantado a seis vozes.

Obviamente que não passa de uma brincadeira para folgar com os seus amigos, mas esta obra é uma das provas do génio infantil e surpreendente de Mozart. E lambe-me no rabo é uma tradução de um modo literal, o mais certo é ser vai-te lixar.

Eis aqui a tradução da letra e o vídeo com interpretação do Chorus Viennensis:

Lambe-me o rabo, / Sejamos felizes! / Resmungar é em vão! / Rosnar, zumbir é em vão, / é a verdadeira maldição da vida, / Zumbir é em vão, / Rosnar, zumbir é em vão, em vão! / Deste modo, estejamos alegres e contentes, estejamos felizes!

Anúncios