Frases emblemáticas opus 3 – Crónicas opus 2, Música popular

Este artigo tem duas categorias porque é uma mistura das duas. A discussão entre minha pessoa e o sr. Leonardo Oliveira, um dos autores do blogue sobre música erudita Euterpe, instalou-se quando eu critiquei Schoenberg no artigo sobre a quinta sinfonia de Shostakovich. A conversa desenrolou-se via e-mail e cheguei a pedir-lhe opinião sobre a música popular industrial, a música popular que a maior parte das rádios reproduz. Eis que uma frase saiu das palavras do Leonardo que a meu ver é excelente e trata de uma forma resumidíssima o que se passa na nosso sociedade e no âmbito sonoro:

 «Sobre a música popular industrial, acredito sinceramente que seja uma adequação à sócio-economia atual de algo que sempre existiu: música despretensiosa e de consumo. Não vejo como fim dos tempos, mas como o modo do nosso tempo de marcar algo que sempre existiu, que é a mediocridade encontrando o espaço do menor esforço pra existir.»

Achei-a oportuna para partilhar com os leitores e adiciono dois links recomendados pelo Leonardo que referem a música popular. Apesar de eu ainda ver músicos do âmbito erudito a gostarem desse golpe sonoro populista e comercial, acho que é altura de esses e outros muitos abrirem os olhos. Os links são:

http://euterpe.blog.br/musica-e-cultura/musica-classica-um-genero-um-estilo-uma-prateleira-de-cds

http://euterpe.blog.br/filosofia-da-musica/musica-classica-o-conteudo-da-tecnica

Anúncios